ENQUETE

Anuncie aqui!

Últimas Notícias

Prefeitura de Feijó decreta estado de emergência e suspende aulas por 15 dias em razão do coronavírus


O prefeito Kiefer Cavalcante decretou estado de emergência na cidade de Feijó em razão de pandemia de doença infecciosa viral respiratória, causada pelo agente Novo Coronavírus. A decisão será publicada no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira.

 A medida permite que a prefeitura dispense a realização de licitação para a aquisição de bens, serviços e insumos destinados ao combate aos vírus. A decisão de decretar estado de emergência foi confirmado para que algumas medidas pudessem ser feitas, sobretudo em relação às Secretarias de Saúde e Educação.


O decreto suspende todos os eventos públicos e particulares, sejam eles culturais, religiosos ou comemorativos. As viagens de servidores da prefeitura para cidades e estados que registraram casos comunitários ou locais da Covid-19 estão canceladas. A concessão de férias para profissionais da área da saúde e licenças para tratar de assuntos particulares também estão suspensas.

"Fica decretada situação de emergência no Município de Feijó, para enfrentamento da pandemia decorrente do Coronavírus, de importância mundial", diz o prefeito.



O prefeito Kiefer Cavalcante também anunciou que está acompanhando de perto todas as ações já tomadas pela equipe da saúde municipal no combate e enfrentamento do avanço do Coronavírus.

O prefeito estará dando uma entrevista as rádios e imprensa local na manhã desta quinta-feira, anunciando as mudanças necessárias para este momento.

O decreto já está em vigor. (Confira todos os itens do documento)














Folha de Feijó

Nenhum comentário