ENQUETE

Anuncie aqui!

Últimas Notícias

Médico particular se dispõe a realizar cirurgia de graça em hospital público, mas não há material

Após o apelo feito nesta segunda-feira (15) pela mãe de Caio Leandro, de 29 anos, que quebrou a perna durante um acidente de trânsito na semana passada, para que o filho seja operado, tendo em vista que no Hospital de Urgência e Emergência (Huerb), onde ele está internado, não tem médicos e nem equipamentos para o procedimento, um cirurgião ortopedista que leu a reportagem no ContilNet  foi à unidade de saúde propondo fazer a cirurgia gratuitamente.
Marcelo Pimenta se ofereceu para fazer o procedimento no hospital particular Santa Juliana, onde há médicos anestesistas e também os insumos e material necessário para o procedimento, já que no Pronto Socorro, como foi dito na reportagem anterior, não existe nem um e nem outro.
acientes amargam a espera de atendimento; direção do Huerb nega falta de médicos/Foto: cedida
O paciente Caio Leandro disse que, mesmo o médico abrindo mão de seus honorários como profissional, para que ele seja operado no Santa Juliana ainda terá que pagar as despesas com apartamento, anestesista e ainda o material necessário, o que segundo ele ainda é muito caro para a família, algo em torno de R$ 9 a R$ R$ 10 mil reais.
 “Não temos esse dinheiro. Aqui, informaram que estão aguardando o material cirúrgico chegar, sabe-se lá quando. O jeito é esperar pela boa vontade do governador Tião Viana ou um milagre de Deus. Iguais a mim aqui no hospital há dezenas de outras pessoas, com braço, clavícula, costela, perna, canela, tudo quebrado esperando por uma cirurgia”, revelou Caio.
E acrescentou: “ Fazer o que, meu amigo? Isso aqui é um hospital de campanha de guerra”, lamentou. A direção do Hospital de Urgência de Rio Branco informou que não há problema da falta de médicos, mas se negou a comentar a falta de material para a realização de cirurgias de ortopedia.

Contilnet

Nenhum comentário