RADIO BOAS NOVAS ON LINE

RÁDIO BOAS NOVAS ON LINE, CLIQUE NO PLAYER

Últimas Notícias

Taxistas de Feijó ameaçam radicalizar caso Deracre não melhore estrada do Aeroporto

Horlando acrescenta que a categoria não aguenta mais tantos buracos no trecho de pouco mais de 4 km. A rota é exclusiva para quem chega e sai do município. O aeroporto possui uma pista homologa pela Anac com 1.200m e voos regulares para cidades do interior do Acre e do sudoeste do Amazonas, como Envira e Eirunepé.

“Antes era a BR-364 que graças a Deus e ao DNIT melhorou e muito. Agora gastamos um absurdo todo mês com a manutenção de nossos carros por causa de um pequeno trecho que deveria ser o cartão postal da cidade” acrescentou Horlando.
Inconformados com a situação, a categoria promete radicalizar e até suspender as viagens diárias para o aeroporto no transporte de passageiros. O caso já foi amplamente debatido na Câmara Municipal.
Segundo o vereador Charles Guimarães (Progressistas) várias reivindicações já foram feitas para o departamento que sequer responde aos requerimentos protocolados pela Mesa Diretora.
“Interessante que quando Merla foi prefeito do município, que a categoria foi atrás dele para reivindicar melhorias, ele disse que isso era competência do estado. E agora? É competência do município?” Questionou o vereador.
Guimarães afirmou que todo problema viário do município de Feijó poderia ter sido resolvido, caso o governo do Acre tivesse compromisso com a população. Ele cita como exemplo de descaso, uma Usina de Asfalto do Deracre que está abandonada na entrada da cidade.
“Essa Usina poderia estar produzindo asfalto para Feijó e Tarauacá, mas temos um governo que age de acordo a cor partidária, esquece que foi eleito para atender a todos” desabafou o vereador.
Na manhã desta quarta-feira (31) os taxistas procuraram o prefeito Kiefer Cavalcante, que, segundo Horlando, garantiu um serviço paliativo na estrada de acesso ao aeroporto. Com relação a malha viária da cidade, Kiefer anunciou investimentos na ordem de 2,5km na revitalização total da Avenida Marechal Deodoro que corta toda cidade. Os recursos são oriundos de emendas do senador Gladson Cameli (Progressistas).
A reportagem entrou em contato com o diretor-geral do Deracre, Cristovam Moura, que informou que a responsabilidade pela estrada de acesso é de responsabilidade da prefeitura de Feijó. “As vias municipais são de responsabilidade da Prefeitura. Os vereadores estão trazendo paa o colo do Estado uma responsabilidade que é da prefeitura. Devemos ter responsabilidade nesse tipo de denuncia”.

AC24HORAS

Nenhum comentário