ENQUETE

Anuncie aqui!

Últimas Notícias

Em Feijó, suspeito de matar três pessoas por não aceitar separação da ex é preso na casa da mãe

O crime ocorreu na noite de terça (9), no Seringal Canadá, zona rural de Feijó. As vítimas foram identificadas como Rosa Maria Felipe de Sousa, de 50 anos, Francisco Altevir da Silva, de 54, e Damiana de Lima Nogueira, de 12 anos.


O suspeito foi achado no Seringal Novo Porto, Colocação Jarpim, região do Igarapé Paraná do Ouro, na casa da mãe. O rapaz não resistiu à prisão e confessou o crime. Ele vai ser ouvido no sábado (13) e encaminhado para o presídio.

Segundo a polícia, após esfaquear as vítimas, o suspeito fugiu para a casa da mãe por uma trilha dentro da mata. "Ele confessou quando a equipe policial chegou, fez o cerco e, graças a Deus, ele não resistiu à prisão. Achamos a faca que ele utilizou também", afirmou o delegado Railson Ferreira, responsável pelo caso.

Lucas falou também que tinha ingerido bebida alcoólica no dia do crime e estava com raiva da ex-companheira. "Disse que fez a ação e já saiu do local, sem saber que tinha matado as vítimas, achava que eram ferimentos leves", complementou.


Crime




O suspeito ainda esfaqueou outro casal que estava na residência com uma criança de 2 anos. Esse casal tinha ido até a casa de Rosa Maria e Francisco Altevir, juntamente com a adolescente, para que o o dono do local rezasse no filho pequeno.


Como tinha anoitecido, o casal de visitantes resolveu dormir com a família na casa de Rosa Maria e Francisco Altevir. Na residência ainda estava um neto das vítimas assassinadas pelo suspeito.


Pouco antes da meia-noite, o suspeito entrou na casa com a intenção de matar a ex-mulher, que, segundo a polícia, também morava na residência, mas tinha ido dormir na casa vizinha naquela noite. A polícia relatou que o criminoso atingiu as vítimas no coração e no pescoço dentro das redes onde dormiam.


O casal que passava a noite na residência conseguiu, mesmo ferido, correr com a criança, porém, Damiana de Lima ficou e foi morta pelo criminoso. O neto dos donos do local não ficou ferido. 

 G1


Nenhum comentário