ENQUETE

Anuncie aqui!

Últimas Notícias

Na lista de exonerações de comissionados, há até parentes de Gladson Cameli

As exonerações de 340 pessoas que ocupavam cargos de confiança na estrutura administrativa do Estado, por decisão do governador Gladson Cameli, foram confirmadas esta tarde. Uma edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE), de número 12.638-A, já está circulando com os decretos de exonerações devidamente assinados.


Até mesmo parentes diretos do governador foram atingidos. É o caso de Ana Paula Santiago Cameli, que ocupava cargo de confiança na Secretaria de Saúde, que foi alcançada pela tinta forte da caneta do primo governador. Um primo do deputado Gerlen Diniz, ex-líder do governo na Assembleia Legislativa, também foi exonerado da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac).

O governador Gladson Cameli ainda não falou sobre o assunto – ele deve conceder entrevista ainda na tarde desta quinta-feira. O motivo das exonerações seria uma retaliação do governo à decisão dos deputados estaduais de derrubarem vetos do governo a projetos pela Assembleia, como foi o caso da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2019 e de outros sete projetos.

Os órgãos mais atingidos com as exonerações são as secretarias de Saúde e de Educação. Do grupo de deputados aliados, o mais atingido foi o gabinete da deputada Antônia Sales (MDB).

Na semana passada, Gladson Cameli vetara os projetos e encaminhou mensagem à Assembleia informando a necessidade dos vetos. Os deputados, incluindo os da base de apoio ao Governo, votaram pela derrubada dos vetos. O governador chegou a dizer que a decisão dos deputados havia colocado em risco o equilíbrio fiscal e financeiro das contas públicas estaduais e que ele teria que tomar medidas duras e antipáticas para não perder o controle financeiro do Acre.

Contilnet

Nenhum comentário