ENQUETE

Anuncie aqui!

Últimas Notícias

Grupo é preso acusados de assaltarem ribeirinhos e posto de combustível fluvial em Feijó


Há dias que ribeirinhos vinham sendo aterrorizados por ações de um grupo de criminosos que portando armas de fogo, inclusive espingardas, invadiam suas embarcações quando estavam no porto e os roubavam, ameaçando as vítimas com armas de fogo, por muitas vezes apontando armas na cabeça das vítimas. 

Os Agentes estavam obtendo êxito em suas ações e acabavam prejudicando muitas famílias humildes que vinham à cidade para sacar dinheiro que sustenta suas famílias, vender produtos do campo, enfim, prejuizos financeiros e emocionais de famílias simples que não imaginavam sofrer tamanha violência na cidade. O primeiro assalto ocorreu no "Pontão" do Sr. Claudélio onde um dos membros do grupo chegou a efetuar um disparo de espingarda, depois vitimaram um ribeirinho que estava com sua canoa em frente ao porto da cidade e por último dia 21 a noite (terça-feira), um grupo composto por 06 (seis) indivíduos armados, encapuzados, vitimaram novamente duas famílias da Conunidade Porto Rubim e roubaram aproximadamente R$ 1.600,00, celulares, notebook, carteira, bolsa, cartões, caixa de som. Após colher informações suficientes para chegar aos envolvidos, as Polícias Militar e Civil realizaram a "Operação Pirata", comandada pelo o CAP PM Augusto e chegamos aos autores do assalto de terça feira, efetuando as prisões dos indígenas Ítalo  (24 anos), Antônio (18 anos) e Felipe  (19 anos), todos moradores na Aldeia Morada Nova.

Foram recuperados alguns produtos roubados, bem como, apreendemos armas de fogo e simulacros. Também ficou claro as participações dos agentes nos demais crimes tendo como maior indicador os "modus operandi" do grupo. As Polícias seguem a procura dos demais criminosos.

Informação: Policia Militar

Nenhum comentário