RADIO BOAS NOVAS ON LINE

RÁDIO BOAS NOVAS ON LINE, CLIQUE NO PLAYER

Últimas Notícias

Rocha vence queda de braço na oposição e é anunciado vice de Gladson

Acabou o mistério. O pré-candidato a vice-governador na chapa encabeçada por Gladson Cameli (Progressistas) é o deputado federal Major Rocha (PSDB). Ele foi anunciado na tarde desta quinta-feira, 15, no Hotel Pinheiro, no Centro de Rio Branco, durante evento que contou com as presenças das principais lideranças da oposição.
Major já foi deputado estadual e atualmente é deputado federal. Foi ele o responsável pela denúncia ao MPF do famigerado caso do triplex do petista Luiz Inácio Lula da Silva. A ação do tucano rendeu a Lula uma condenação na Justiça Federal.
Rocha é ferrenho oposicionista de Sebastião Viana. Não seria exagero algum afirmar que ambos se tratam para além de adversários. São inimigos.
Major Rocha, na avaliação de alguns oposicionistas, é um contraponto ideal ao vice de Marcus Viana, o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, que sofre de baixa popularidade por causa da onda de crimes que não consegue solucionar. O tema é um campo perfeito para o tucano e militar.
Os bastidores da escolha do vice
Os bastidores da escolha do vice de Gladson Cameli teve de tudo: blefe, rachas, brigas internas, informações desencontradas, promessas não cumpridas, boatos, notícias plantadas e indecisões. Esse foi o jogo por trás das cortinas da cena vista nesta quinta do anúncio do vice no Hotel Pinheiro. Um filme já conhecido de todos.
Eduardo Veloso, Mara Rocha, Valmir Ribeiro, Roberto Duarte, Alan Rick e Coronel Ulysses foram os nomes comentados nos bastidores.
Houve racha no DEM entre Tião Bocalom e Alan Rick, vazamento de áudio de Márcio Bittar informando um suposto esquema financeiro da candidatura majoritária da oposição para ganhar a eleição e blefe do MDB, que chegou a anunciar em nota rompimento com Gladson, mas depois voltou atrás.
O nome do Coronel Ulysses Araújo chegou a circular como vice de Gladson, mas a pressão tucana sobre Gladson Cameli prevaleceu. Ulysses era o nome da preferência de Márcio Bittar e Flaviano Melo. Havia a avaliação de que o Coronel seria o nome como mais densidade na chapa majoritária. Ocorre que o plano tucano suplantou as intenções emedebistas.

AC24HORAS

Nenhum comentário